sábado, 8 de agosto de 2009

Do meu regresso

Confesso-vos que tenho sentido muito a falta dos meus desabafos neste blogue até porque se têm passado algumas coisas interessantes na vila e arredores como a grande animação que houve no jardim com espectáculos todas as noites e alguns até foram bastante fixes e a feira do livro também foi muito boa porque assim pude ir ver os livros que há sem ter de ir às livrarias cá da terra mas isto é uma coisa que não agrada nada aos donos dessas livrarias porque assim deixam de ganhar dinheiro e eu nem sei quem é que ganha com a feira do livro se é a câmara se são as meninas e senhoras que lá estiveram todas as noites a vender e na minha opinião deviam estar lá também os donos das livrarias da terra porque assim ganhavam todos e outra coisa foi o que se passou no último fim de semana nas festas da freguesia e eu fiquei um bocado admirada com aquele senhor que é o presidente da junta que fez para lá uma gritaria por causa de ter outras pessoas doutro partido a candidatar-se ao lugar dele ora eu que não entendo nada de política até percebo que as eleições se fizeram para que o povo pudesse escolher entre vários candidatos e até a minha mãe me disse que isto parecia coisa do tempo da ditadura em que só havia um partido e as pessoas não podiam escolher mas agora mudando de assunto li com muito horror um comentário que deixaram aqui no blogue sobre a maneira como estão a tratar os animais no canil municipal e como eu gosto de animais acho que devia haver uma maneira de castigar as pessoas que fazem aquelas barbaridades e gostava muito de saber quem é que na câmara é responsável pelo canil porque esse é que devia pagar pelo que deixa fazer e o comentário que me deixou toda arrepiada dizia
"Quando regressarem de férias deviam informar-se do que se passa no canil da Câmara.Os animais que são abatidos, não têm direito à injeção, como se faz normalmente, mas sim mortos à paulada ou com machados. Como os animais não morrem logo ficam para ali a sofrer até morrer. Se precisarem do nome da pessoa que faz isso eu também o sei. Não sei é se o senhor presidente sabe o que se passa na sua autarquia, ou se fecha os olhos.
31 de Julho de 2009 20:49"

18 comentários:

Anónimo disse...

gostaria de saber quem é o animal que faz isso aos animais, caso seja possivel. obrigado.

urtiga disse...

Sem querer apaguei um comentário de alguém que dizia que se devia denunciar esta situação porque é crime e então peço as minhas desculpas.

Anónimo disse...

como o senhor diz, porque não menciona o nome do funcionário que pratica tal crime, DIVULGUE POR FAVOR, para toda a população saber quem ´e o criminoso. OBRIGADO

carlos disse...

A amiga urtiga de volta e com as pilhas novas, espero.
Benvinda e obrigado por pegar no tema.

carlos disse...

Já agora deitem uma olhadela:
http://www.vivanimal.com/

(eu deitei tb uma nota das pikenas... algo és algo...)

siripipi alentejano disse...

Na sua ausência houve muitos temas para conversa, vou falar sobre alguns: a animação no Jardim contiua em força, em 3 espectáculos foram gastos 48.500,00 €; o segundo foi a actitude anti-democrática do Senhor Presidente da Junta de Freguesia de Degolados ao proferir essas palavras, é uma demonstração de quem não sabe o que é democracia, desconhecendo que a sua liberdade termina quando começa a do próximo. Esse Autarca deveria estar calado já que as Festas de Degolados só foram possíveis pelo subsídio de 15.000,00 € atribuídos pela Câmara, o que é correcto e justo.
Quando ao Canil, dir-vos-ei que a Câmara Municipl tem no seu quadro um Veterinário a tempo inteiro e é ele o responsável pela superitendência desse serviço. Ao ser verdade o que se passou, a única forma de punir o ou os prevericadores, é levantar-se um Auto de Averiguações e o competente Processo Disciplinar.
Campo Maior, 9 de Agosto de 2009
siripipi-alentejano

Jack The Ripper disse...

Cara Urtiga,

Saúdo o regresso.

Tenho que concordar com o Siripipi, se é verdade, se há provas tem que haver uma averiguação completa para depois de verificados os factos haja punições. Não basta falarmos aqui nos blogs têm que haver acção concreta para servir de lição.

Anónimo disse...

Não ouvi, porque nem estive em Degolados, para saber exactamente o que o senhor disse. Mas de facto vivermos em democracia não deveria comportar esse tipo de atitudes que dizem. Mas como eu também não percebo nada de politica, não será pouco curial que o "candidato" do PS se deixe utilizar, dando a cara, para que seja implementada uma Oligarquia em Campo Maior?

urtiga disse...

Olá Jack também concordo com o Siripipi mas não somos nós que podemos fazer qualquer coisa mas apenas dar a conhecer o que está mal e então acho que serão as pessoas que mandam na câmara a fazer o que devem depois de saberem o que se passa e isto se eles não sabem já há uma data de tempo e se estão nas tintas para o caso.

Polvarinho disse...

O sr. Anónimo das 15:09 pode-me explicar a que oligarquia se está a referir?
É que já ouvi dizer que o senhor presidente está muito empenhado em preparar a sua sucessão pelos seus filhos. Pelo menos, um deles já está ao serviço da câmara, como funcionário. Se o outro está nas águas, também não está longe de lá chegar.
Quanto ao engenheiro Ricardo, ainda não fez nada que se lhe possa apontar. Apenas aceitou candidatar-se e declarou perante o povo de Campo Maior que não vinha para se servir, mas para se colocar ao serviço de Campo Maior. Afinal, quem devemos temer mais? Os que já fizeram ou aqueles que acusam de estar para fazer?

António Gonçalves disse...

O senhor lá atrás vem acusar um dos candidatos de ter na ideia fazer uma tal de oligarquia. Embora eu não saiba lá muito bem o que isso seja, penso que será coisa só em proveto de alguns.
Pois muito bem e agora pergunto eu: e o que é que tem estado na Câmara Municipal de Campo Maior? Quem é que tem feito e desfeito em proveto de si e daqueles que o apoiam?
Exprimente vocês a tomar partido contrário e vão á câmara tratar de qualquer assunto ou pedir para serem recebidos e verão o que lhes acontece. Há lá funcionarias que até parece que nos querem fuzilar com os olhos que nos deitam. Não sei bem mas parece-me que isto é que será uma espécie da tal oligarquia. Ou não? A oligarquia é só o que os outros podem vir a fazer? E o que estes fazem chama-se o quê? Democracia?

Anónimo disse...

O Polvarinho diz não saber a que oligarquia me refiro. Estranho, acha então que uns meros tachos chegam para fazer uma oligarquia? Como sabe o problema não é o Ricardo por favor não se faça desentendido.Já agora esqueça também o Eng. porque titulo não não faz parte do nosso nome.
Quanto ao António Gonçalves, no que se refere ao atendimento ao público infelizmente ainda vivemos no tempo do facismo, geralmente o funcionários públicos, a quem com os nossos impostos pagamos o ordenado, fazem-nos o favor de atdender-nos, aqui como em qualquer repartição do país.Quanto à Oligarquia que diz não saber muito bem o que isso é, procure o bom dicionário. Leia desapaixonadamente e entenderá o é.

Polvarinho disse...

Amigo anónimo não se ofenda por eu não saber o que oligarqia. Quem não sabe pergunta e foi o que eu fiz. Agora segui o seu conselho e fui ver úm dicionário que o meu filho tem cá emcasa. Aí diz que é o governo político em que o poder está concentrado nas mãos de pequeno númeto de indivíduos ou de poucas famílias; predomínio político de pequeno número de pessoas. Está a ver que não errei muito a caça. Cá para mim, o senhor prefere a oligarquia que está. Eu prefiro arriscar em mudar porque aquilo que vem pode ser melhor porque pior, no meu entender, vai ser difícil de achar. Desculpe a franqueza, mas olhe que isto está mesmo muito mau. Entre festas e contradanças é sempre o povo que dança. Mas você tem o direito a estar mais contente com aquilo que tem. Isto é o que eu penso porque não estou a falar em nome do sr. António Gonçalves.

António Gonçalves disse...

Muito bem, amigo Polvarinho! Está muito bem dito. Não tenho nada a acrescentar. Eu assino por baixo.

Anónimo disse...

Ao contrário do que diz não estou satisfeito, nem sequer o que está é a minha opção, e como bem diz nestas danças pelo poder, o povo sai sempre a perder. Uns ficam mais ricos e os outros mais pobres. Portugal é cada vez um país onde a corrupção prolifera, veja o que fizeram ao João Cravinho. Por isso é que é bom ser sócio, pagante de um clube politico.Eu não me ofendo facilmente, mas já agora continuo na minha quem errou na caça não fui eu, o poder do Burrica esfuma-se com relativa facilidade, mas olhe que existe outro muito mais forte e esse sim concentrado em poucas familias.

Eduardo Correia disse...

Não me parece éticamente aceitável ficar na posição de criticar tudo e todos (os que ainda estão e os que podem vir a estar)sem apontar ou buscar alternativas. Dum ponto de vista democrático, este criticismo leva à descrença e a descrença é o caldo de cultura onde se instalam todas os abusos de poder. Não estamos a escolher entre famílias. Estamos pragmaticamente a escolher entre um situacionismo medíocre, inculto, prepotente, pacóvio, abusador e a possibilidade de mudança em busca das melhores soluções para Campo Maior.
Ou será que a nossa vila está fatal e irremediavelmente condenada sem remissão, sem esperança e sem futuro?

Anónimo disse...

uma coisa é certa , se o burrica ganha as eleiçôes, é mais 4 anos de miséria e de atrazo, o povo tem que abrir bem os olhos temos uma vila toda abandonada, quem quizer ver bem, vá há parte velha da vila, para ver a realidade, só ver para crer, campo maior não pode mais com esta politica do ABANDONO do sr. burrica, dia 11 de outubro vamos todos dizer não há politica do burrica, eu penso que esse sr. não consegue arranjar as mil assinaturas, e ainda quer ganhar o poleiro penso que nao.....

Bombeiros Voluntarios Campo Maior disse...

voltei
http://bombeirosdecampomaior.blogspot.com/