terça-feira, 30 de junho de 2009

Das piscinas

Ah como eu estou orgulhosa de ser campomaiorense porque na minha terra existe agora um complexo de piscinas cobertas como não há outro em todo o Alentejo e mesmo na Extremadura espanhola sim porque os espanhóis precisam de vir aprender o que é gerir bem um concelho que até é dos mais pequenos que existem em Portugal e tem estas coisas extraordináras e vejam bem como se aproveitam as pessoas porque quem ficou a mandar foi o presidente da assembleia municipal eu até tenho pena dele porque agora tem de se fartar de trabalhar para arranjar actividades para ter a piscina sempre ocupada porque é semi-olímpica e vai servir para treinar futuros campeões e além disso tem ainda coisas muito interessantes como aquelas modalidades de ginástica com nomes um bocado esquisitos que eu vi escritos no portal da câmara como aeróbica cardiofiteness altereofilismo e outros que eles não dizem quais são mas o que eu gosto mais é de saber que tem sauna e banho turco e ainda jacuzzi que são coisas que eu só tenho visto em filmes e na televisão e estou mortinha por experimentar porque deve ser uma coisa do outro mundo mas ainda ninguém me disse quando é que aquilo vai abrir e quanto se vai pagar para poder gozar todas aquelas benesses e não julguem que fui eu que inventei a palavra benesses porque ela vem escrita na notícia do portal da câmara e até tive de ir ver ao dicionário o que queria dizer e fiquei muito admirada porque não percebo porque é que dizem que isto são benesses porque já aqui escreveram um comentário no blogue a dizer que quem vai pagar isto tudo é o povo e durante 40 anos mas eu recomendo muito às pessoas que mandam em Campo Maior para não deixarem os forasteiros passarem da Fonte Nova porque assim vão julgar que estão num concelho do primeiro mundo porque se entram na vila vão ter um grande choque ao verem lixo por todo o lado e já agora as muralhas que se vêem da estrada deviam ser tapadas com painéis para as pessoas não pensarem que estão numa terra que não se preocupa com o património e tudo isto me faz lembrar uma história que me contaram de uma pessoa ganhava um ordenado pequeno e que tinha a casa quase em ruínas mas que comprou um carro daqueles de luxo e dos mais caros.
.
Benesse - lucro obtido sem esforço; pechincha; favor; auxílio; ajuda.

6 comentários:

Fulano com blog disse...

Excelente ponto de vista! Apesar da falta de pontuação (não precisa dela), compreendesse, entendesse bués! Muito bom mesmo!!! e a da benesse está... ao rubro! Gandes Sanguessugas... e já sabem que até tem administração??? Pergunto: Não querem privatizar a Câmara Municipal de Campo Maior?

Bombeiros Voluntarios Campo Maior disse...

vai haver novidades em breve
http://bombeirosdecampomaior.blogspot.com/

Um que gostava de saber disse...

Quando a megalomania se junta com a parolice e com a mania de improvisar,é de esperar que saia forte asneira.
Que estudos foram feitos para apoiarem a decisão de construir uma obra assim? Qual a garantia de sustentabilidade a nível financeiro, operacional e de funcionalidade?
O enorme esforço de investimento está apoiado em sólidas expectactivas de retorno?
São questões para as quais não consegui ainda obter respostas.

Preocupado disse...

Não me perguntem porquê porque ia ter de escrever muito para apontar todas as razões que me levam a pensar que esta campnha eleitoral que já começou há muito tempo e que vai num crescendo louco até Setembro, ainda vai custar grandes dissabores á população de Campo Maior.
Esta gente que embandeira e vai atrás da pandeireta sem pensar no futuro não tem a mínima ideia dos riscos que corre.

carlos disse...

Ha obra pubica que tem de ser feita e que nao obriga necessariamente a um retorno. Acho que este é o caso das piscinas cobertas. Não é nada de mais e é um serviço que irá beneficiar toda a população (se houver organizaçao e vontade para isso, claro).

Agora que isto parece um pouco a do outro que vive numa barraca mas anda de Mercedes, isso parce!

Em resumo: com esta obra vamos ter argumento para as Autarquicas e assim não se fala de tudo o resto.

Anónimo disse...

Sei que sou quase analfabeto, mas no meu modesto ponto de vista, não vejo que um investimento municipal,como as piscinas cobertas, tenha de ter retorno, é um equipamento social. Então que dizer da comporticipação do estado para transportes públicos, é não sabem que os transportes públicos também têm caracter social. Que se quizerem também se pode falar do Estádio César Correia, quem pagou aquelas bancadas? Foi só o patrocinador do Campomaiorense? Que utilidade tem actualmente aquela obra "faraónica", aquela bancada não é mais que um elefante branco,