quarta-feira, 13 de junho de 2012

Eles Vivem!


Parece que não caiu em saco roto os apelos do DeCampoMaior a uma participação mais ativa da Associação de Pais e Encarregados de Educação das Escolas do Concelho de Campo Maior na vida escolar.
Para confirmar esta nova atitude a Associação realizou no sábado um peddy paper com a participação de pais e alunos. Um mero momento lúdico, dirão alguns…é verdade, mas também são momentos necessários para a afirmação da Associação.
Mas há mais, a Associação está a realizar um inquérito por toda a população escolar. É um inquérito extenso, com muita informação e que poderá constituir uma excelente ferramenta de trabalho para futuras acções da Associação.
Resta felicitar este bom desempenho e também incentivar a Associação nos momentos em que a participação dos pais é, infelizmente, reduzida e já agora, penso que não será tarde para o director do Agrupamento vir esclarecer os pais sobre as ideias e os objetivos para este mandato.
Como dizia Mao Tse Tung no Livro Vermelho “toda a grande caminhada começa com um pequeno passo”. Estes passos da Associação são promissores!
  

11 comentários:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Jack The Ripper disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Não é por acaso que o Distrito de Portalegre se encontra em último lugar no ranking nacional em termos de aproveitamento escolar, e no distrito de Portalegre Campo Maior está nos ultimos lugares..
Porque será ? Só pode ser pela ação-ou falta dela- de quem dirige o processo escolar na nossa terra....Os pais têm um papel a desempenhar neste processo, mas reduzido em relação ao que compete aquele(s) responsável(eis)....

Debra disse...

É à conta de ideias destas que os pais se descartam cada vez mais do processo educativo. É por se pensar desta forma que temos pais que nem sabem a turma em que os filhos se encontram (e alguns deles nem o ano que frequentam), que pedem aos diretores de turma, após várias diligências destes, para lhes indicarem as datas em que os seus educandos faltaram, para assim ser possível justificarem as faltas dos mesmos.
É por causa de pais que julgam ter uma quota parte reduzida de responsabilidade que nos deparamos com alunos que apresentam graves problemas disciplinares e que mostram um total desrespeito pela escola enquanto instituição, bem como pelos seus intervenientes. Os pais têm o direito, mas principalmente o dever, de acompanhar o percurso escolar dos seus filhos!

Karl Popper disse...

Jack,
diz ser este um blogue de debate de ideias e elimina os comentários que não lhe interessam...
E faz apanágio de debate de ideias e opiniões???
Qual ideias? Apenas as suas, provavelmente...
Democracia sem debate de ideais é como um carro sem combustível.
Uma decisão a ser tomada tem que ser vista por vários anglos possíveis.
No livro A Águia e a Galinha, que o Jack fez questão de eliminar o post,metáfora da condição humana de Leonardo Bofe, no começo do livro, diz que um ponto de vista é apenas a vista de um ponto.
Vá lá abra a mente ou quer que faça um desenho!

Jack The Ripper disse...

Caro Karl,

Este blogue é sim um blogue de debate de ideias. Eliminei os dois comentários (um deles inclusivamente meu) porque tinham desvirtuado o objectivo do post. O objectivo do post era dar a justa relevância a um trabalho bem feito pela Associação. Em vez disso pegou-se numa frase e caímos precisamente no inverso.

Sabe Karl é fácil ler nas entrelinhas e ver que os comentários tinham tocado na ferida. Não é preciso desenho porque quem leu sabia ao que me referia até sendo um dos protagonistas.

Dizer que quem deve pedir esclarecimentos ao Diretor de Agrupamento são os pais em vez da Associação de...Pais é a antítese completa e a negação do objeto da Associação.

No entanto, e mais uma vez refiro, este post serve para relevar o BOM trabalho da Associação nos temas indicados.

Anónimo disse...

Gostei da opinião da Debra. No entanto, acrescentaria mais um factor: os miúdos, além de indisciplanados, são burros porque têm uns pais burros, que pensam que a escola serve para educar quando a educação e algum saber é dado em casa.

Anónimo disse...

Prá Debra : pois, substituam então os pais pelos professores, podem ser que demonstrem mais capacidade e além disso não custam tanto ao erário público....(já agora os professores podem ir para casa esperar pelo fim do mês...)
Venha a bendita avaliação....(porque será que fogem dela como o diabo da cruz ???)

Debra disse...

Pró anónimo das 13:44

Não sei quem está por detrás deste comentário, mas digo-lhe desde já que ganhou uma fã! Lá aparece alguém com coragem para expor ideias arrojadas. Nem imagina o quanto concordo com a sua opinião. Que substituam os professores pelos pais (era isto que queria dizer, não era?)! Que as escolas sejam entregues aos pais e que expulsem aqueles parasitas da sociedade! Não fazem nada a não ser queixarem-se de ganharem mal e porcamente. É preciso ter lata, não acha?
Eles que fazem turismo todos os dias, passeando-se por este país fora, que mudam de casa a cada ano letivo, que são sempre tão estimados pelos alunos e pelos pais deles... depois ainda vêm com a mesma ladainha do costume? Tenham vergonha e façam-se à vida! E no que concerne à avaliação, quando se fala em "avaliação de desempenho" até tremem, como se ouvissem ao longe "Sono L'Antichristo" de Diamanda Galas.
Para finalizar, quando os pais chegarem ao poder, proponho que se oiça logo pela manhã, em cada sala de aula, "Another Brick in the Wall" dos Pink Floyd!

Debra disse...

Já agora, anónimo das 13:44, o que pretende fazer aos professores que são pais (ou aos pais que são professores, como prefira)?
Vai propor que nos dias pares vão para a escola e nos ímpares fiquem em casa?
Ou quer fazer como o rei Salomão?

Anónimo disse...

Concordo com os comentários da Debra e com a forma como os apresentou. De facto continuamos a ter uma sociedade que se desresponsabilizou pelos filhos, não lhes incute os valores e educação primários e familiares. A escola deve ser um local de outras aprendizagens, de respeito. Mas parece que se inverteram os papeis. Será que agora os pais vão ensinar e aos professores cabe educar, dizer não sempre que for necessário? Os professores é que vão dizer "tens de ser bom aluno, não podes faltar à escola, cuida de fazer os trabalhos de casa, estuda que é a tua obrigação, respeita os adultos, sê educado com os pais e auxiliares, tens de ser organizado, arruma as tuas coisas, esta letra está péssima, que notas são estas?, não tens vergonha?". É aqui que a associação deve intervir, mobilizar pais para o sucesso dos filhos, EDUCANDO-OS. O resto deixem aos professores que depois terão condições para trabalhar. Pois acredito, que apesar de tudo quanto se ouve por aí, há bons profissionais do ensino na nossa terra.