terça-feira, 15 de setembro de 2009

TGV, Programas Eleitorais e Rock and Roll

Tem sido um dos temas mais recorrentes da campanha legislativa a discussão sobre a realização da obra do TGV. A discussão, por trás da política, esconde duas correntes económicas. De um lado a corrente de Keynes, com uma maior intervenção do Estado, particulamente no momento actual de crise económica (é a corrente do PS). E do outro lado uma corrente económica com menos Estado, mais liberal, onde se prefere reduzir os impostos e que seja o próprio mercado a restabelecer o seu equilíbrio (é a corrente do PSD). A primeira tem como principal factor adverso o aumento da despesa pública enquanto que à segunda pode ser apontado a excessiva desregulação que a diminuição da presença do estado pode trazer.


Escrevi esta introdução, porque transportado esta discussão para a realidade local, parece-me que para Campo Maior será mais benéfico a execução da obra. Sendo assim, mostrariam grande perspicácia os nossos candidatos, se nos seus programas eleitorais evidenciassem medidas vocacionadas para aproveitar as oportunidades que um projecto desta dimensão pode trazer a Campo Maior. Não pensem que o TGV é uma solução em si mesma. O TGV é um meio, uma oportunidade para trazer pessoas a Campo Maior, para fazer negócios, para levar e trazer mercadorias.

Para podermos aproveitar é necessário que Campo Maior tenha conteúdos, tenha o seu património limpo tenha oferta de restauração, tenha produtos para colocar mais rapidamente em mercados onde antes não conseguia chegar. Deve ser a preocupação do próximo elenco camarário criar o ambiente para que isso aconteça. Elvas já prepara este momento há muito, valorizando o seu património militar e preparando a sua candidatura a património mundial. E Campo Maior?

Falei do TGV, falei dos Programas Eleitorais falta-me o Rock and Roll...esta parte é difícil, mas lembrei-me de pegar na pergunta do parágrafo anterior: E Campo Maior? Bem a resposta de Campo Maior deve ser aquela música dos Rolling Stones...Start Me Up!!!!

5 comentários:

siripipi alentejano disse...

Como o meu equipamento está inopetativo, socorri-me de outro computador para o comentar. Na passada semana no Forum realizado na CURPI, defendi essa teoria, eu sou dos defendo que a plataforma logistica no Caia vai beneficiar todos o nosso Concelho. Não nos podemos esquecer que o Retiro e a Caia estão, em linha recta, a memos de 2 Km dessa fútura plataforma e por tabela, o Retiro poderá vir a ser uma nova Zona de fixação de Industrias e Armazéns de apoio com a consequente criação de postos de trabalho.
Há outra realidade que nãopodemos esquecer e que tem que ser ultrapassada, o nosso concelho está integrado, na sua totalidade, na Rede Natura. Elvas já iniciou o processo de desafectação da área necessária à sua implantação e Campo Maior o que é que já fez deixar passar.? Infelizmente nada, é mais uma grande oportunidade de desenvolvimento que poderá passar.
siripipi-alentejano

BRUNO disse...

Boa dissertação, como é habitual, caro Estripador. Também concordo que é de “Star me Up” que Campo Maior necessita. No entanto, se o actual pincha discos camarário não der lugar a outro DJ, receio que a play list dos próximos quatro anos possa continuar a ser esta:

Highway to Hell – AC/DC

The Long and Winding Road – The Beatles

Relax – Frankie Goes to Hollywood

The Sound of Silence- Simon and Gurfunkel

Nothing Else Matters –Metallica

Escândalo –Raphael

Tell me Lies – Fleetwood Mac

Anónimo disse...

Meus amigos tudo certo, mas por acaso já deram uma espreitadela para o programa do PSD de Campo MAior?
Está lá bem explícito aquilo que todos parecem falar. E ao que parece é o único partido que está a apresentar propostas muito válidas que vão de encontro àquilo que é necessário.
Tomem atenção que este renovado PSD na nossa terra parece saber aquilo que quer, com propostas válidas me oportunas.
Quem sabe se não poderá haver surpresas. Enquanto alguns se degladiam entre si, parece que há outros interessados no verdadeiro desenvolvimento de Campo MAior.
A ter em atenção.

Anónimo disse...

O PSD poderia e deveria ser a verdadeira alternativa, no entanto tenho recebido algumas informações que me dizem o seguinte:

Há indicações para os elementos do PSD votarem Burrica para as Autarquias votando só PSD nas juntas de freguesia.

O que há de verdade nisto?

De Campo Maior disse...

Sr. anónimo das 15:00:
Parece óbvio que a pergunta deveria ser feita directamente no blogue do PSD local que é o local mais indicado para obter uma resposta.